Anitta e o Candomblé

Tenho recebido muitas mensagens e postagens com meu nome marcado a respeito de uma notícia de que Anitta teria perdido 200.000 seguidores só porque anunciou que o videoclipe de sua nova música, obviamente pavorosa, intitulada “Aceita”, faria uma homenagem à religião que ela diz seguir. Veja bem, a notícia disso foi dada certamente pela sua própria assessoria de imprensa e bovinamente reproduzida por toda a mídia. Isso aconteceu antes mesmo do lançamento do clipe. Agora, eu te pergunto: alguém realmente foi atrás disso e averiguou se isso é verdade? Alguém checou a informação de que ela realmente perdeu 200 mil seguidores? Alguém comparou os números dos seus seguidores antes e depois da declaração?

A resposta, em tempos de jornalismo preguiçoso de entretenimento e subcelebridades, é óbvia: ninguém checou nada. Todo mundo repetiu essa cascata de modo inclemente e sem qualquer verificação. É o famoso jornalismo do “se ela falou, é verdade”. Isso é uma vergonha total. Obviamente, tal publicidade fez a audiência do clipe, que foi lançado poucas horas antes de eu publicar este artigo, bombar de imediato. Claro, nada como criar uma polêmica antes do lançamento de um produto, ainda mais em cima de um hipotético protesto dos fãs, que é o tipo de gente que segue artistas e pseudo-artistas, não é?

Agora, faça a seguinte pergunta a si mesmo: alguém que segue Anitta é capaz de se escandalizar com alguma coisa, muito menos com a imagem dela professando fé em uma religião de origem africana? Você consegue imaginar algum fã que segue Anitta tendo o perfil de alguém que professa sua fé de modo fervoroso a ponto de deixar de segui-la só por causa da imagem dela em um terreiro de candomblé? Ah, dá licença, precisa ser muito ingênuo para acreditar nisso.

A verdade é que Anitta perdeu 200.000 seguidores, segundo o que foi obedientemente publicado por toda a mídia, perdeu 200.000 seguidores que não existem. Ela perdeu 200.000 fãs de mentirinha, fãs que ela nunca teve, mas que serviram de motivo para posar de candidata a mártir pela liberdade religiosa aqui no Brasil e ainda por cima ter um clipe absolutamente bombado na internet, que será assistido até mesmo por quem não segue Anitta, por quem não gosta dela ou de suas músicas pavorosas, tudo pela curiosidade de saber o que motivou toda essa polêmica. Eu mesmo já assisti ao clipe e percebi que tudo nele foi feito exatamente para complementar tal estratégia, para aumentar ainda mais a visibilidade de Anitta fora da bolha dos seus fãs, que babam por qualquer requebrada de bunda que ela dê.

Veja o vídeo completo clicando no botão abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress