Beatlemania – O Início da Histeria

A histeria descontrolada dos fãs de hoje começou de maneira igualmente ridícula com os Beatles, mas eu vou contar como tudo aquilo mudou o mundo, e para melhor, não como acontece hoje que mudou para pior.

Meu amigo e minha amiga, quando nos dias de hoje nós assistimos manifestações de debilidade mental nos fãs que acampam hoje cinco meses antes no local onde irá acontecer o show do seu ídolo, seja lá quem for, qualquer pessoa que tenha uma mínima conexão cerebral vê isso e rola os olhos em desalento com tamanha babaquice e irresponsabilidade dos pais por permitirem que os seus filhos envergonhem a família e a sociedade com atitudes desse nível. Ficar acampado cinco, seis meses antes, aquele choro debiloide, isso não é um fenômeno atual e muito menos recente. É isso que você tem que saber, que eu vou contar nesse vídeo.

Já havia histeria coletiva na porta dos teatros e dos estúdios das rádios onde o Frank Sinatra se apresentava, desde que ele largou o emprego de crooner da orquestra do Tommy Dorsey em 1942. E depois ele enveredou por uma gloriosa carreira solo, que uma hora eu vou contar a respeito disso por aqui. Também teve o Elvis Presley, que ampliou essa histeria ainda mais quando ele passou a ser mais conhecido a partir de 1954 nos Estados Unidos.

Só que aquilo que nós podemos realmente considerar como a histeria, a histeria completamente descontrolada, atingiu níveis muito acima dos padrões daquela época do passado quando veio a década de sessenta, mais precisamente quando surgiram os quatro cabeludos de Liverpool para atiçar os hormônios femininos e também fazer com que os queixos dos homens caíssem por cima dos seus sapatos. Óbvio, estou falando dos Beatles. Obviamente que tal histeria começou na Inglaterra a partir do momento em que o quarteto apareceu pela primeira vez na TV britânica em transmissão nacional, aquela coisa toda.
Se eu não me engano, foi em outubro de 1963.

Para saber como surgiu a Beatlemania, clique no botão abaixo e assista o vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress