Bruce Dickinson – The Mandrake Project – Este Disco É…

Bruce Dickinson lançou recentemente mais um álbum solo, “The Mandrake Project”, 19 anos após o excelente “Tyranny of Souls”. Minha opinião sobre isso você vai saber agora, neste vídeo. Então, já deve ter visto muitas entrevistas dele falando sobre ser um disco conceitual, a história por trás das músicas, etc. Se não viu, procure saber, porque o que vou falar aqui é minha opinião sobre o álbum, ouvindo-o de ponta a ponta, seguindo a ordem das músicas. Trago minhas opiniões, longe da bajulação típica das revistas e sites especializados em metal.

A faixa de abertura, “Afterglow of Ragnarok”, já dá pistas da atmosfera do álbum, com uma dramaticidade obscura distante do que os fãs do Iron Maiden poderiam esperar. Os riffs de guitarra lembram o Black Sabbath da época do Dio, com alguns teclados sombrios por baixo. Aqui, a ordem das faixas é crucial, diferente da péssima impressão causada pelo videoclipe lançado antes do álbum. Em seguida, “Many Doors To Hell” tem uma sonoridade conectada ao estilo do Ghost, com influência de Tobias Forge. As guitarras têm uma sonoridade semelhante ao Scorpions da década de 80, evidente em riffs como “You Like a Hurricane”.

Para saber mais sobre minha opinião completa sobre “The Mandrake Project” de Bruce Dickinson, assista ao vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress