Cássio – Estão Sendo Justos?

Você sabe muito bem que, mesmo sendo são paulino, eu não sou daqueles cegos e fanáticos que só glorificam o seu próprio time em detrimento de uma análise mais aprofundada do futebol. E é exatamente por isso que eu olho para a atual situação do Cássio como o goleiro do Corinthians, e eu fico pensando: o que vem acontecendo com ele, que vem sendo massacrado pelas críticas dos seus próprios torcedores? Além da tal crítica especializada que coloca sobre ele a culpa pelo futebol horroroso que o Corinthians vem jogando já há muito tempo. Aliás, é um futebolzinho que me alegra muito, como torcedor do São Paulo, só que eu não posso ignorar a imensa injustiça que o Cássio vem sofrendo. E olha que ele já sofreu muitas, desde que chegou ao clube. Nas muitas fases ruins que o Corinthians teve, foi sempre ele quem recebeu as cobranças mais estapafúrdias, quem foi ameaçado de morte junto com a família dele, quem já foi agredido em campo por torcedores adversários, naquele jogo do Santos e outras barbaridades.

Ele sempre foi, na minha opinião, um gigante nos momentos mais cruciais do Corinthians. E agora ele se vê alvo de uma onda de desconfiança e descontentamento por parte daqueles que deveriam ser seus maiores apoiadores. Basta você dar uma olhada nas redes sociais e ver como elas fervilham com críticas, ofensas e comentários raivosos, como se o Cássio fosse o único culpado pelo péssimo futebol apresentado pelo Corinthians. Nem é preciso ser corintiano para reconhecer que o Cássio é um dos maiores ídolos de toda a história do clube, um cara fundamental e responsável direto por momentos épicos do Corinthians. A gente tem que reconhecer os títulos memoráveis da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012, porque, se não fosse pelo Cássio, o time não teria conquistado absolutamente nada. Quem não se lembra, por exemplo, daquela atuação dele contra o Vasco, naquele chute do Diego Souza, cara a cara, no jogo de volta das quartas de final da Libertadores de 2012, lá no Pacaembu? Negócio inacreditável! E a própria partida espetacular que ele fez na decisão do Mundial contra o Chelsea. O Chelsea teria goleado o Corinthians tranquilamente lá no Japão se não fosse pelo Cássio. E você pode apostar que, onde o Cássio ia depois daqueles títulos, todo mundo que estava presente no ambiente se ajoelhava e beijava as mãos dele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress