Chico Buarque – 80 anos

Agora que Chico Buarque vai completar 80 anos este mês, quero trazer aqui minha opinião sincera sobre ele e sua obra musical. Já falei sobre ele como escritor em outro vídeo no canal, e já comentei algumas vezes sobre o Chico. Evidentemente, esses vídeos sempre despertam a ira dos fãs, como de costume.

Logo de cara, aviso que não me interessa o que o Chico Buarque pensa em termos políticos nos dias atuais; isso não entra na equação quando eu ouço seus álbuns com o mesmo prazer e atenção de sempre.

Artisticamente falando, é inegável que a censura no Brasil, que reinou por décadas e ainda reina, de forma um pouco mais disfarçada nos dias atuais, foi bastante útil para Chico Buarque como compositor. Ele foi obrigado a se tornar cada vez mais refinado e, principalmente, mais sutil devido ao contexto daquela época.

Se você pensa que há alguma contradição nisso que estou dizendo, saiba que os maiores escritores russos escreveram suas melhores obras, algumas antológicas na história da literatura, sob o jugo das políticas autoritárias dos czares, por exemplo. De certa forma, o fim da ditadura também foi favorável ao Chico Buarque, pois o libertou de uma espécie de sequestro consentido pela esquerda da política brasileira da época. Isso nada mais foi do que uma parceria que interessou a ambos os lados.

O Chico Buarque tinha se tornado uma espécie de porta-voz político-musical da esquerda brasileira, usando suas canções — algumas brilhantes — para dar uma espetada nos militares. Durante anos, cada LP que o Chico lançava criava expectativa para saber de que modo, e em quais canções, ele faria isso. Um exemplo é “Jorge Maravilha”, onde ele canta “Se você não gosta de mim, a sua filha gosta”, uma referência à notícia de que Luci, filha do então presidente do Brasil, Ernesto Geisel, adorava as canções do Chico.

Então, tanto os fãs quanto os chamados liberais aguardavam ansiosamente cada novo lançamento para ver como Chico Buarque iria desafiar o status quo.

Assista ao vídeo completo clicando no botão abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress