Hoje é sexta-feira e, como prometi, vou trazer vídeos bacanas para tornar seu final de semana mais legal e divertido.

Para começar, trago aqui trechos do show-surpresa que o Metallica fez ontem em um pequeno clube em San Francisco, anunciado nas redes sociais da banda poucas horas antes de acontecer. Com capacidade para 500 sortudos COMPROVADAMENTE VACINADOS – uma exigência do quarteto -, o local encheu em questão de minutos e todo mundo pagou míseros 20 dólares para presenciar os “vendidos ao Sistema” darem mais uma prova que fã idiota tem mais que ser execrado mesmo.

Com um setlist matador – e sem “Enter Sandman”!!! -, os caras deram mais uma aula de como se divertir em um palco pequeno, exatamente como sempre fizeram em um passado distante. Assista abaixo alguns momentos desse evento:

 

 

 

 

Depois, mostro aqui um dos maiores trompetistas de todos os tempos, Donald Byrd, falecido em 2013 aos 80 anos. Um dos poucos caras oriundos do bebop a enveredar pelo funk e soul sem abandonar o jazz, ele foi um músico tão talentoso e influente que gente do naipe de Herbie Hancock e Dexter Gordon ainda estaria tocando em bares esfumaçados se não fosse por ele. Fica aqui a minha sincera homenagem ao cara no vídeo abaixo, que traz a faixa-título de um disco absurdamente imprescindível para quem quer conhecer um pouco mais a respeito do jazz e do funk e suas ramificações: Black Byrd, de 1973, apresentada aqui naquele mesmo ano no tradicional Festival de Montreux, junto com uma banda sensacional:

 

Para terminar, não há dúvidas que a vida nunca esteve fácil até para rockstars famosos, que também precisam pagar as suas contas, como qualquer outra pessoa. Isto talvez explique o inacreditável “mico” que o líder do Smashing Pumpkins, Billy Corgan, pagou ao aceitar participar desse inacreditavelmente tosco comercial de TV. Assista e comprove:

 

Abraço, ótimo final de semana e saúde para você sua família e seus amigos!