Globo Quer os Evangélicos

Quero abordar as inúmeras e completamente fracassadas tentativas da TV Globo nos últimos anos para conquistar a audiência do público evangélico. A emissora adotou uma abordagem falsa, hipócrita e extremamente mal sucedida nesse sentido. A relação entre a Globo e o público evangélico tem sido historicamente complexa e problemática, marcada por diversas tentativas da emissora de conquistar essa audiência específica.

Ao longo dos anos, a Globo implementou diversas estratégias para atrair os telespectadores evangélicos, mas todas enfrentaram resistência e críticas dentro desse segmento religioso. Todas as estratégias até agora deram errado, e a emissora continua com uma péssima imagem anticristã entre os evangélicos. Mesmo forçando a barra, promovendo um Reality gospel no “Altas Horas” e incluindo uma protagonista evangélica na novela “Vai na Fé”, a Globo não tem obtido sucesso.

Recentemente, soube que a Globo planeja anunciar em breve um documentário sobre a população evangélica no país. Uma das tentativas mais grotescas ocorreu quando o terrível Prêmio Multishow foi transmitido na TV aberta pela Globo. A audiência foi considerada desastrosa, e a tentativa de mostrar a cantora Aline Barros e o grupo Preto no Branco levando seus louvores ao palco do evento foi criticada pelo oportunismo rasteiro. Além disso, inventaram uma categoria no prêmio para “Melhor Canção Cristã do Ano”, premiando a música “Deus Cuida de Mim”, uma parceria entre o pastor Kléber Lucas e Caetano Veloso, evidenciando uma conexão secular.

É evidente que as estratégias da Globo para se aproximar do público evangélico têm sido mal recebidas e mal sucedidas. A emissora enfrenta desafios consideráveis ao tentar conquistar a confiança e a aceitação desse público específico. Para saber mais sobre essa questão e entender minha opinião completa, clique no botão abaixo e assista ao vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress