Luísa Sonza e o Solo de Guitarra no Rock in Rio

Meu amigo e minha amiga…

Você não tem ideia do Tsunami de pedidos que eu recebi nas minhas redes sociais para falar a respeito do solo de guitarra da Luísa Sonza e por conseguinte no show que ela apresentou no Rock in Rio dias atrás, e… ok. Então atendendo a centenas e centenas de perdidos eu trago aqui a minha opinião a respeito desse verdadeiro show de horrores.

Obviamente que além dessa apresentação terrível da Luísa Sonza, eu vou comentar e fazer vídeos a respeito de tudo que aconteceu, de tudo que eu vi no Rock in Rio no melhor lugar do mundo que é o sofá da minha casa. Então você se prepara.

Luísa Sonza no Rock in Rio na verdade mostrou porque ela é um dos maiores embustes musicais surgidos na música brasileira desde os tempos em que os homens das cavernas faziam batucada na parede l das cavernas com pedaço de osso em volta da fogueira. Não há dúvida nenhuma que ela representa aquilo que de pior o pop brasileiro atual pode oferecer para as pessoas. Nesse show dela, ela estava com uma banda formada por músicos talentosos. Até porque tocar em alguns momentos de um show inteiro calcada quase que totalmente em sons pré-gravados em playback, você precisa ser um músculo muito talentoso para você tocar em cima disso quando o show permite.

A nossa pseudo cantora mostrou, nas poucas ocasiões em que ela abriu o microfone, um dos maiores festivais de desafinações e semi entonações de toda a história do evento. Eu sinceramente poucas vezes vi e ouvi um show com tanta desafinação e com tanto playback. Para você tem uma ideia o som inteiro ele praticamente ele foi copiado de monte de coisas que a Madonna apresentou em turnê anteriores, evidentemente com aquele padrão ridículo que o brasileiro sabe fazer tão bem na hora de passar vergonha alheia, isso desde coreografias simplesmente patéticas, que qualquer showzinho de boteco de beira de estrada tem igual. Até tentativas canhestras de botar guitarras distorcidas para que a Luíza posasse como rockeira. Tudo que se passou no show não passa de um imenso decalque que o pop pode apresentar para impressionar plateias formadas por gente de miolo mole.

A canção apresentada a Luísa Sonza mostrou a única coisa que ela pode oferecer de legítimo: a bunda dela. Com essa bunda, a Luísa Sonza fez todos os movimentos anatomicamente possíveis. O show inteiro tem um estética tão conceitual cara quanto um vazamento de água em um supermercado cheio de caixas de papelão no estoque, com direito a discursinho autobiográfico pré-gravado no telão, discursinho tão autêntico conta uma nota de 13 reais.

Se você quiser ouvir a minha opinião completa a respeito do show e do solo de guitarra da Luísa Sonza no Rock in Rio 2022, clique no botão abaixo para assistir ao vídeo completo.

Uma resposta

  1. Boa Tarde Régis!
    Cara quero dizer que não tenho nada pra dizer, depois de ler a sua lúcida e sábia opinião sobre essa e essas (esses) pseudos pops que são simplesmente ridículos.
    Obrigada por existir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress