Lulu Santos – O Que Pouca Gente Fala

Recentemente, Lulu Santos completou setenta anos de idade, e eu quero aproveitar esse fato para emitir algumas opiniões a respeito dele, do que eu penso a respeito dele.

De cara, eu já te digo o seguinte: se existe algo pelo qual o Lulu Santos jamais pode ser acusado, é de ser um artista acomodado. Muito pelo contrário, porque ele sempre está se metendo em várias barcas musicais e artísticas, né? Algumas dessas barcas bem furadas, diga-se de passagem. Na hora de se expressar como cantor, compositor, instrumentista e figura televisiva, a discografia inteira dele fornece provas dessa inquietude.

Eu vejo e ouço isso quando, ao contrário do que faz a grande maioria de artistas que vês por aí, revisitam a obra de outros artistas de música brasileira. Eu vejo isso quando o Lulu simplesmente mexe, e muito, em todos os arranjos das canções de outros artistas, de outros nomes, cara. Ele mexe muito em relação ao que foi gravado originalmente de Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Raul Seixas e outros.

Cara, até as primeiras audições de cada um dos seus álbuns, isso desde o primeiro, o ótimo “Tempos Modernos” de 1982, até o mais recente “Pra Sempre” lançado em 2019, me levaram a experiências frequentemente desconcertantes, vamos dizer assim, em termos de Pop. Muitas vezes prazerosas e outras vezes nem tanto, mas sempre causando em mim algumas surpresas, justamente por essa pelas abordagens sonoras que ele propõe ao ouvinte.

Cada um dos seus discos tem elementos que tornam tudo divertido, e normalmente eles aparecem, cara, justamente quando o Lulu ousa ainda mais do que o habitual, com respeito às linhas melódicas dos vocais que ele normalmente escolhe. O Lulu Santos é um artista fascinante pelo bom gosto das notas, né? Inclusive, eu o comparo a outro melodista brasileiro de primeira grandeza, que é o Guilherme Arantes. Eu comparo os dois, acho que os dois estão no mesmo patamar.

Se você quiser saber minha opinião completa sobre Lulu Santos, clique no botão abaixo e assista o vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress