Madonna no Rio

Finalmente, o show da Madonna aconteceu na praia de Copacabana, transmitido pela TV e já vem recebendo muitos elogios na mídia. Nos próximos dias, você vai ler muito a respeito disso em toda a mídia que você imaginar. E eu aposto que essas matérias não vão dizer uma única linha do pensamento que eu vou colocar aqui neste artigo, no meu canal. Sinceramente, eu nem sei por onde começar, tamanha é a minha indignação ao presenciar uma apresentação que na verdade não é um show, é sim um espetáculo da Broadway em proporções gigantes, que foi levado aos palcos dessa turnê comemorativa da Madonna pelos 40 anos de uma carreira brilhante em grande parte de sua existência.

E eu já vou explicar isso, porque nem sempre a Madonna se deu bem na carreira. Teve altos e baixos também, você sabe disso. Uma hora eu vou fazer um vídeo a respeito disso lá no Clube VIP, que é um clube que sócios tem acesso a vídeos exclusivos. Eu vou fazer um vídeo a respeito disso lá. Mas enfim, eu prefiro começar comentando exatamente o que eu vi na transmissão da Globo, que por sinal tinha um áudio muito melhor que a transmissão pelo Multishow. Primeiro, para começar, os 50 minutos de atraso do horário previamente estabelecido para o show, obrigou o Marcos Mion e aquela simpática moça, a Kenia Assad, a encherem uma linguiça absurda para compensar esse atraso, falando da representatividade da Madonna no meio musical e na luta pela liberdade de expressão e de existência das pessoas, um papel dela que foi muito correto, dessa avaliação. Só que depois eles começaram a ficar soltando os papinhos furados com as impressões pessoais deles, que foi um papo furado que encheu uma linguiça inacreditável, tudo por conta do atraso de 50 minutos da apresentação do horário previamente agendado.

Quer saber mais sobre essa discussão? Assista ao vídeo completo clicando no link abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress