Maroon 5 – Porque Eu Detesto

Dessa vez a minha opinião a respeito do Maroon 5. Como você sabe muito bem, o Maroon 5 é liderado pelo vocalista Adam Levine, que inclusive criou essa banda a partir da dissolução do grupo anterior dele, chamado Kara’s Flowers.

Para mim, essa banda tem uma importância e uma relevância completamente nula dentro do meu universo musical e no universo musical de todo o mundo, com exceção dos fãs ardorosos de sempre que o Maroon 5 tem. A banda já passou várias vezes aqui pelo Brasil e teve nas plateias o mesmo tipo de público que chora de emoção nos shows do Coldplay, nos shows da Sandy, tanto faz, público é o mesmo, você sabe bem disso.

Lembro inclusive de ter assistido ao primeiro show da banda aqui no Brasil e de ter visto a apresentação que eles fizeram no Rock in Rio em 2017, quando eles substituíram o show cancelado da Lady Gaga. Aliás, aquele show foi uma celebração tão real quanto uma nota de treze reais.

Desde que a banda lançou o primeiro disco, décadas atrás, o Maroon 5 deu uma outra dimensão de como funciona a economia de boas ideias dentro do universo pop. O pior é que a banda começou bem quando ela lançou em 2002 um álbum interessante, uma estreia muito legal, que é o disco chamado Songs About Jane. No entanto, a partir do segundo álbum, chamado It Won’t Be Soon Before Long, lançado em 2007, os caras da banda sacaram que eles teriam uma maior atenção do mercado pop caso eles soassem mais dançantes.

Foi então que veio uma sequência de discos fraquíssimos, uma sequência que dura até os dias de hoje. Eles lançaram o Hands All Over em 2010, o Overexposed em 2012, o V em 2014, o Red Pill Blues em 2017 e o mais recente, que é o Jordi, de 2021. Em nenhum momento a gente ouviu a banda tentar sair de uma zona de conforto musical em termos de conteúdo artístico. O Maroon 5 mostrou que há anos a banda inteira passou a dispensar qualquer tipo de ousadia e a fazer um pop completamente aguado e totalmente desprovido de sabor.

Se quiser saber todos os motivos do por que eu detesto Maroon 5, clique no botão abaixo e assista o vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress