MC Bin Laden – Pra Que Serve?

No panteão fedorento da música popularesca brasileira, existe uma categoria reservada para aqueles que desafiam a definição de falta de talento. Não quero entrar aqui no mérito do bom gosto musical, pois isso é bastante subjetivo, mas a sensibilidade auditiva de qualquer pessoa minimamente sensata é agredida sempre que uma aberração musical, como o tal Mc Bin Laden, surge no ambiente.

Obviamente, nada tenho a dizer sobre o Bin Laden como participante do Big Brother. O repertório deste artista está repleto de atrocidades sonoras, incluindo abominações como “Tá tranquilo, tá favorável”, “Lança de coco”, “Passinho do faraó” e “Bololô”. Entre várias outras porcarias musicais que, para desgraça e tristeza da humanidade, acabaram se tornando virais em meio à decadência cultural que assola a sociedade brasileira.

Evidentemente, tornaram-se virais também com o auxílio de muita grana da produtora que detém o contrato com Mc Bin Laden, uma tal de KL Produtor. A pobreza das letras dessas músicas é evidente desde o primeiro verso, mais se assemelhando a um vômito verbal desprovido de qualquer substância artística relevante. E tudo isso é acompanhado por uma voz completamente desafinada o tempo todo. Aliás, falando sobre a performance vocal do tal Bin Laden, é difícil até mesmo para mim determinar se a intenção dele é redefinir para pior os parâmetros do verbo “cantar”, ao mostrar uma caótica desafinação o tempo todo, e uma falta de ritmo total, ou simplesmente a intenção dele é torturar os tímpanos alheios e fazer os olhos das pessoas sangrarem em esguicho com sua presença de palco desastrosa, tão constrangedora que basta assistir alguns minutos para perceber.

Para saber mais detalhes sobre minha análise completa das músicas de Mc Bin Laden, clique no botão abaixo e assista ao vídeo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress