Ontem à noite eu ouvi… “Mike is Mike”, do Mike Kennedy

mike kennedy

Tenho quase certeza que você não faz a menor ideia de quem foi Mike Kennedy. Também tenho a mesma sensação de que dizer que ele foi o vocalista alemão da banda espanhola Los Bravos nos anos 60 também não vai ajudar em nada, ainda mais porque lá ele eu usava seu verdadeiro nome, Mike Kogel. Quem sabe você assistindo o cara em ação com a sua banda, tocando o único grande hit que conseguiram – “Black is Black”, de 1966, que vendeu milhões de compactos no mundo todo nos anos seguintes – faça com que você se situe um pouco:

 

E agora? Ajudou? Então vamos em frente.

Quando saiu da banda em 1968, Klogel mudou seu nome artístico para Mike Kennedy e enveredou por uma errática carreira solo, a ponto de lançar apenas dois álbuns e alguns compactos antes de retornar ao grupo em 1976.

Mike is Mike, o segundo álbum, de 1972, foi incrivelmente lançado por aqui e tem aquele som pop pesado bem comum no início dos anos 70. Você vai sacar isso ouvindo duas das melhores canções do álbum, “Louisiana” e “Kentucky Freeway”:

 

 

Tente “caçar” a audição desse disco por aí. Vale a pena!

6 respostas

  1. Salve Tio Regis.
    Kentucky Freeway eu conhecia, tinha num K7 de um tio meu que ele ouvia muito, mas não sabia de quem era. Só tinha o nome das músicas na capinha. Nesta fita tinha também Togheter in electric dreams e Major Tom. Era uma salada de pop 70/80. Valeu por ativar esta região adormecida da minha lembrança musical.
    Abraços e saúde pra vc e sua família.

  2. Nota de Pesar

    Faço questão de comunicar aqui a perda da pessoa mais importante da minha vida, aquela que se dedicava à mim mais que tudo, a qual nunca imaginei deixar sozinha diante de dificuldades da velhice que são cada vez mais latentes. Enquanto pessoas buscam independência, construir a própria vida, preferi estar ao lado de minha preciosa mãe cada momento. Regis Tadeu, você é a pessoa mais importante para eu falar isto, pois sua cultura é minha busca diária. Não que leia livros ao mês, talvez um ao ano, pois sou muito preguiçoso, mas estou sempre buscando entender tudo o que acho interessante e você tem todo esse conteúdo maravilhoso. Devia ter um programa de TV, pois normalmente só assisto History, Discovery, National Geographic, quando passa algo.
    Infelizmente, o dia de hoje é o pior da minha vida, ela vivia sofrendo muito ultimamente, trigêmeo, dor de cabeça, coluna, lombar, pernas, para piorar pneumonia e infecção urinária debilitaram completamente seu pulmão. Tinha um sonho de conhecê-lo
    pessoalmente e apresentá-lo à minha mãe, mas o destino mudou tudo. Ela tinha apenas o 4º primário, mas era muito mais inteligente do que muitas pessoas com faculdade, principalmente numa época onde a ignorância é cada vez mais impressionante.
    Várias sugestões de Blues, Soul, Jazz, funk indicadas por você fui conhecer e acrescentar um pouco mais ao meu arquivo digital, além do rock, pop, clássica, que sempre prevaleceu. Já fui fã de Led Zeppelin, mas hoje essa banda já deu e prefiro o Queen.
    Daqui para frente estarei sozinho, apenas com cada lembrança inesquecível e desejando vê-la algum dia, caso exista outro padrão de vida no planeta. Fiquei sem chão, mas a situação estava ruim demais para algum progresso médico.
    Escrever um pouco me faz aliviar essa angústia gigantesca.
    Saúde para você, prosperidade, sucesso, realização sempre.

      1. Caro Regis Tadeu,
        Com o tempo, superar uma perda como essa é como a dor que vai diminuindo, mas nunca irá passar.
        Estou sempre acompanhando tudo o que fala sobre artistas realmente inesquecíveis, pois música é o assunto mais interessante para mim. Sempre preferi o rock, inclusive o pauleira, mas depois que ouvi e conheci uma banda chamada “Carpenters” fiquei absolutamente encantado, maravilhado, pesquisei tudo o que podia sobre eles e encontrei muitas coisas interessantes. Inclusive fato de Karen Carpenter ser eleita melhor baterista de rock, em 1975, batendo John Bonham em enquete de leitores da Playboy. Baterista de rock realmente foi um nome incorreto. Melhor seria baterista de banda soft rock, ou pop, mas comparar também com bandas de rock pauleira não tinha realmente nada a ver. Isso foi ridículo.
        Em 1968, John Wayne encontrou os Carpenters em show de talentos “Your All American College Show.” Ele pediu a Karen que tentasse um papel em seu filme,”True Grit.” Karen fez o teste, mas foi Kim Darby quem recebeu o papel. Talvez, o ator não estivesse no seu melhor momento, mas mostra o carisma absurdo dessa cantora. Eles foram tão populares quanto Paul McCartney, ou Elton John, mas a crítica foi sempre dura, por terem uma postura retrógrada em comparação ao rock, que questionava tudo. Para mim, hoje, são atemporais, únicos. Lágrimas me vem, ou quando lembro de minha caríssima
        mãe, ou quando vejo Karen Carpenter cantar. Interpretação no fundo da alma como nunca vi.
        Queria demais que falasse sobre eles, que álbuns prefere, o que significam na história.

        1. Boa tarde Regis.
          Estou sempre pesquisando o que vai falar sobre artistas inesquecíveis, ando impaciente e ansioso por algo sobre “Carpenters” e acabei de ver hoje no seu twitter que, em 28 de fevereiro de 2018, você anunciava uma explicação de como o álbum “Close to You” influenciou o primeiro álbum do Queen, justamente meu álbum preferido deles.
          Desculpe estar aqui sempre repetindo minha solicitação, não farei isso novamente, sei que a demanda de sugestões é tão grande e crescente quanto o número de ótimos artistas, muitos que nunca ouvi, e espero que esta minha última solicitação seja mais inspiradora. Seus comentários sobre ótimos álbuns, ou artistas acaba influenciando ouvintes e revitalizando artistas quase esquecidos. Poderia por favor lembrar com mais carinho dessa banda maravilhosa?

          1. Obrigado pelas palavras gentis, Renato.
            Realmente, o volume de trabalho é muito grande, mas eu não esqueci desse tema.
            Abraço e saúde!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress