Restart – Volta com uma Turnê de Despedida

Obviamente, na mente das antigas fãs do Restart, que hoje são mulheres adultas, quer dizer, mais ou menos, que convivem com as responsabilidades do cotidiano, algo que elas não tinham quando eram apenas adolescentes histéricas. A notícia de que o Restart iria fazer uma turnê de despedida, um termo que, inclusive, eu passei a duvidar depois que um monte de bandas famosas, inclusive internacionais, passaram a usar esse tipo de coisa para regimentar uma procura desenfreada por ingressos para depois anunciar que na verdade, a turnê de despedida não iria rolar, que eles continuariam em atividade por causa da vontade do público.

Mas, enfim, essa tal de turnê de despedida, fez com que essa mulherada passasse a ter em mente a de que poderia entrar numa hipotética máquina do tempo e reviver por algumas horas uma época em que essa mulherada toda era feliz, e que os papais e mamães eram financiadores daquela tal felicidade que elas tinham antes. E assim aconteceu, vi os shows lotados que os caras vêm fazendo com ingressos antecipadamente, coisa e tal.

Eu não duvido nada disso, como também não duvido que as roupas coloridas que a maioria da plateia vem tirando dos seus armários, roupas cheias de naftalina, deram a essas moças a uniformização tão necessária para majoritariamente justificar a vibe empada mostrada perante os seus meninos no palco, mesmo que esses meninos já sejam os caras bem mais velhos que buscam uma reconexão, vamos dizer assim, com o seu público.

Órfão, eu falo órfão porque a gente precisa lembrar que o Restart nunca anunciou o seu fim oficialmente naquela época, por isso a tal justificativa da turnê de despedida que eles estão dando agora, e eu não vou ficar surpreso se lá na frente a banda anunciar que vai continuar por causa da vontade dos fãs.

O que se tem nessa turnê, na verdade, é a continuação do que o quarteto que é na verdade um produto estrategicamente fabricado para se opor mercadologicamente a bandas emo horrorosas que já demonstravam na época um declínio comercial inevitável. Não é à toa, inclusive, que o Restart volta para essa turnê de despedida ao mesmo tempo que os integrantes do NX0 resolveram fazer o mesmo. Claro que…

Para saber minha opinião completa sobre a turnê de despedida do Restart e a nostalgia que envolve o retorno da banda, clique no botão abaixo e assista ao vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress