Roberto Carlos – Foi o Último Especial de Natal?

Como você bem sabe, há décadas existe algo infalível nos últimos dias de dezembro: o inevitável especial do Roberto Carlos. Quando esse especial começou em 1974, era um programa muito legal, com convidados escolhidos a dedo pelo próprio Roberto Carlos. Basta pesquisar a escalação dos convidados das edições das décadas de 70 e 80 para ter uma ideia do nível dos participantes.

Entretanto, a partir da década de 90, a seleção de convidados no Especial do Roberto Carlos pareceu atender a interesses estranhos dentro da própria Globo, culminando no verdadeiro terror dos últimos anos e no desastre total do último especial. Nem é preciso repetir que a suposta avalanche de emoções que a Globo apregoa nos dias que antecedem a exibição desse especial é falsamente fabricada. Esse espetáculo, o mais previsível do ano, é compartilhado por toda a mídia, principalmente pelos influenciadores e jornalistas apavorados, ambos temendo desagradar a Globo e perder privilégios.

O último especial de fim de ano do Roberto Carlos evidenciou como ele se transformou em um rei da mesmice musical. Lamentavelmente, o que se pode esperar de um evento que se tornou mais previsível do que uma playlist de elevador de prédio comercial.

No decorrer deste vídeo, explicarei mais detalhadamente os problemas do último especial de fim de ano do Roberto Carlos. Se você quer entender melhor essa análise e minha perspectiva sobre o assunto, clique no botão abaixo e assista ao vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress