Sonia Abrão – No Pântano das Subcelebridades

Uma grande amiga minha, como já comentei anteriormente, trabalha nesse meio de subcelebridades. Ela comentou comigo que a jornalista Sônia Abrão tinha sido afastada do programa “A Tarde É Sua”, o programa dela na Rede TV, devido a problemas de saúde. Com isso, o mundo das fofocas estava temporariamente desfalcado. Foi uma observação dela que, mesmo não tendo o tipo de humor que ela imaginava que me faria sorrir, na verdade, esse comentário dela me fez pensar exatamente aqui neste artigo a respeito do papel que uma outrora jornalista, com uma carreira tão diversificada, como alguém que já trabalhou, por exemplo, em vários jornais e revistas, como é o caso da Sônia Abrão.

Ela começou sua carreira no lendário jornal “Notícias Populares” e depois foi redatora, repórter-chefe, editora, tanto de revistas como a “Contigo” e “Amiga”, como de jornais como o “Diário Popular” e o “Diário de São Paulo”. Uma profissional tão tarimbada passou a ter, no mundo das celebridades e fofocas, um papel muito forte. Isso aconteceu porque, fatalmente, o foco de seu trabalho sempre foi televisão e variedades. Eu conheço a Sônia desde os tempos em que ela foi jurada de vários programas de auditório, como os de Silvio Santos, Raul Gil, Chacrinha e Flávio Cavalcante. Lembro dela também no programa “Aqui e Agora,” e como repórter do helicóptero no “Programa do Gugu”, sem contar os inúmeros programas de rádio que ela comandou. Enfim, a Sônia já é uma profissional bem tarimbada.

Há alguns anos atrás, descobriu-se que ela era prima do Chorão, o falecido Chorão do Charlie Brown Jr., mas isso não vem ao caso. Aliás, também não vem ao caso você ficar perguntando: “Por que você vai falar da Sônia Abrão e não vai falar de música?” O canal é meu, e eu falo o que eu quiser nele. Acostume-se. O que vem ao caso aqui é a maneira como as pessoas atingiram um grau de retardamento tão grande, e é exatamente disso que a Sônia se beneficia hoje mais do que em qualquer outra época de sua carreira. Você pode ter certeza de que ela deve considerar a si mesma como uma grande dama do jornalismo televisivo brasileiro, mesmo não passando de apenas uma autoridade em fofocas e mexericos televisivos. Não há como ignorar a nula contribuição para o jornalismo tratado com seriedade por parte dela, se é que a gente pode chamar o que acontece nesse pântano de subcelebridades de jornalismo.

A Sônia tenta destacar, aliás, vem tentando se destacar ao longo dos anos, passando longe da informação relevante, optando por aprimorar a sua habilidade inegável em bisbilhotar a vida, tanto de celebridades quanto de subcelebridades, e transformar tudo isso em um espetáculo simplesmente lamentável.

Para saber mais sobre minha opinião completa sobre o papel de Sônia Abrão no mundo das fofocas e subcelebridades, clique no botão abaixo e assista ao vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress