Taylor Swift X Beyonce – Quem é a Melhor?

Logo de cara, me deparei com dois álbuns longuíssimos: o “Cowboy Carter” da Beyoncé, com 27 faixas incluindo trocentas vinhetas, e o da Taylor Swift, intitulado “The Torture Poets Department”. Na verdade, é um disco duplo, sendo que a segunda parte, denominada “The Torture Poets Department: The Anthology”, foi lançada horas depois da primeira parte. No total, esse disco duplo tem 31 faixas.

No caso do “Cowboy Carter” da Beyoncé, o álbum soou bastante surpreendente para mim, e de uma maneira positiva. Neste disco, ela deixou parcialmente de lado as vertentes eletrônicas excessivamente programadas dos discos anteriores e se concentrou em sonoridades dos violões para conduzir a espinha dorsal do disco. A abertura do álbum com “Ameriican Requiem” traz uma vibe mais orgânica em termos sonoros, além de melodias e harmonias mais comuns à moderna música country dos dias atuais. Mais surpreendente ainda é a inclusão de uma bela versão de “Blackbird” dos Beatles na sequência. Embora a letra dessa canção seja coerente com o engajamento com os direitos civis, procurarei saber mais a respeito disso, inclusive a explicação do Paul McCartney sobre o significado da letra. Por falar em versão, este disco apresenta uma outra versão interessante de “Jolene”, clássico da antiga música country eternizado por Dolly Parton. Aqui, recebe uma abordagem quase minimalista, sem excesso de instrumentação, com uma interpretação certeira por parte da Beyoncé e do coral. Essa mesma fórmula é aplicada em outras canções, como “Doctor”, alternando entre atmosferas épicas e uma certa simplicidade sonora, como em “Six Carriers” e “Protector”. Esta última, em particular, apresenta uma vibe vibrante com violões, banjo e bumbo, oferecendo uma base sólida para outro belo canto da Beyoncé. Em “Bodyguard”, temos um respiro na vibe country, embarcando numa excelente canção pop com um tratamento sonoro elegante e uma vibe meio europeia.

Se quiser conferir o vídeo completo, clique no botão abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress