The Beatles – Help – Discos Que Envelheceram Bem

Em mais um episódio da série Discos que Envelheceram Bem, eu gostaria de abrir uma uma exceção porque eu vou trazer um álbum muito mais do que um disco que envelheceu muito bem, mas um álbum que tem uma importância fundamental na minha vida desde que eu era moleque nos anos 60. Esse disco não apenas envelheceu muito bem, como a cada ano que eu ouço ele soa ainda melhor. Nesse episódio eu vou falar sobre Help dos Beatles.

Eu quero tentar explicar para você qual foi a sensação que eu tive quando eu vi esse disco pela primeira vez, eu devia ter uns seis ou sete anos de idade quando ouvi. Evidentemente que a minha vida de garoto mudou completamente, e na época, acho que ninguém fazia ideia de como Beatles ficariam diferentes nos discos posteriores a Help, inclusive graças àquele encontro casual com o Bob Dylan. Toda a transformação que os Beatles tiveram depois desse encontro com o Bob Dylan de uma certa forma já estavam em Help, espalhadas praticamente em todas as faixas.

Começando pela música título Help, essa música eu não sei se você sabe, mas ela foi inicialmente composta pelo John Lennon como se fosse uma balada, meio que no piano e ela acabou depois sofrendo uma transformação radical até por conta da pressão comercial que os Beatles já tinham naquela época. E essa música Help, na verdade é uma confissão do John Lennon a respeito da impotência perante o absurdo assédio de fãs, uma coisa que eles não conseguiam entender, e não conseguiam administrar muito bem internamente.

Se você quiser ouvir a minha opinião completa a respeito do disco Help, dos Beatles, clique no botão abaixo para assistir ao vídeo completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress