Reouvi “Songs of Innocence” seis anos depois e mantenho a minha opinião

U2 - Songs of Innocence

Nem sempre escrever algo instantaneamente a respeito de determinado assunto que acabou de acontecer é a melhor coisa a se fazer. Às vezes, é preciso aguardar um pouco, esperar que mais detalhes venham à tona para, enfim, tecer algum comentário que venha formalizar a opinião. Faço isso constantemente porque sei que a impulsividade e a […]

Meio século depois, Joni Mitchell ainda emociona com o seu confessional “Blue”

joni mitchell - blue

Confesso que fazia muito tempo que eu o ouvi pela última vez. Nem lembro quando foi. É tanta coisa para ouvir – “nova” ou “velha” – que muitas vezes passo anos sem ouvir determinados discos. Tem um lado positivo nisso: aquele frescor revigorante de tomar contato novamente com uma obra-prima em um contexto diferente de […]

Raul de Souza levou o trombone brasileiro para o mundo

raul de souza

Ele era respeitadíssimo no exterior. Aqui, só gente da minha faixa etária lembrava dele com o espanto que suas apresentações causavam: como era possível fazer a união entre o jazz rock e o samba usando um… trombone? Mas era isso mesmo o que ele fazia e com uma maestria difícil de imaginar até mesmo nos […]

Ontem à noite eu ouvi… “Mike is Mike”, do Mike Kennedy

mike kennedy

Tenho quase certeza que você não faz a menor ideia de quem foi Mike Kennedy. Também tenho a mesma sensação de que dizer que ele foi o vocalista alemão da banda espanhola Los Bravos nos anos 60 também não vai ajudar em nada, ainda mais porque lá ele eu usava seu verdadeiro nome, Mike Kogel. […]

O “guitarreiro” Luis Vagner se foi e deixou a música brasileira mais triste

luis vagner

Eu conheci seu trabalho no meio dos anos 80, quando caiu em minhas mãos o álbum Luis Vagner, lançado originalmente em 1976. Foi um êxtase ouvir aquela incrível mistura de rock com samba. E até hoje estou atrás dos dois álbuns anteriores, Simples (1974) e Coisas e Lousas (1975), e do posterior, Fusão das Raças, […]

Ontem à noite eu ouvi… “The Chinese Method”, do Roy Sundholm

Chinese Method, do Roy Sundholm

Ex-baixista do The Ratbites From Hell, Roy Sundholm não conseguiu fazer com que sua banda gravasse um disco. Por isso, foi quase um milagre ele ter conseguido lançar um disco solo em 1979, ainda mais com uma sonoridade típica do power pop inglês, pré-new wave. Não há informações disponíveis a respeito do álbum. Apenas sei que […]

Música brasileira para melhorar o seu final de semana

Dando prosseguimento à missão de mostrar a você que, ao contrário do que dizem por aí, a música brasileira vem passando por um de seus períodos mais férteis – só que não chega ao rádio, às TVS e as outras grandes mídias -, trago aqui mais alguns exemplos de artistas que você não pode deixar […]

Lafayette foi a tecla mais importante da Jovem Guarda

lafayete - abertura

Queria ter feito uma homenagem a ele ainda envida. Não foi possível. Queria ter retribuído a ele e a tantos outros músicos que me ajudaram a entender mais profundamente tudo o que representou a sonoridade da Jovem Guarda para a alma roqueira do Brasil, que mostraram para o país afora que tínhamos excelentes instrumentistas no […]

plugins premium WordPress